Palestras, debates e homenagens marcaram Fórum de Prevenção à Monilíase

Palestras técnicas e homenagens foram destaques da abertura, no último dia 29 de novembro, no auditório Hélio Reis (Cepec), do III Fórum de Prevenção à Monilíase do Cacaueiro: Pesquisa e Defesa Fitossanitária. Promovido pela Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), em parceria com a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), o evento foi finalizado na quinta-feira (30).
O Fórum reuniu produtores rurais, pesquisadores e técnicos da área agrícola, profissionais ligados à inovação, agentes de transferência de tecnologia, com o objetivo de apresentar as mais adequadas ações e estratégias de enfrentamento à doença, além de prover e divulgar aos participantes os necessários conhecimentos das realizações de pesquisas preventivas à monilíase do cacaueiro e ações de defesa fitossanitária.
O Superintendente da Ceplac-Bahia, Carlos Alexandre Brandão, ressaltou em sua mensagem de abertura a importância do evento para a cadeia produtiva do cacau. “É uma grande oportunidade para a Ceplac, através dos nossos técnicos, interagir e compartilhar com os produtores e entidades parceiras, os trabalhos que ela vem desenvolvendo desde 2007, a partir das ações preventivas que integram o Plano de Contingência da Monilíase do Cacaueiro”.
Presente à solenidade de abertura, o diretor da Ceplac, Juvenal Maynart, explicou que o Fórum foi o desdobramento do Seminário, realizado no dia anterior, com a sua participação, sobre “Fitossanidade na Cacauicultura no Brasil”, com objetivo de debater os problemas atuais relacionados ao manejo fitossanitário da cultura do cacau no Brasil e das ameaças representadas por pragas quarentenárias, e propor ações para melhorar a capacidade de vigilância do setor frente à ocorrência de pragas.
A programação teve sequência com homenagens aos pesquisadores Ricardo Sgrillo (in memoriam), Luis Marcelino Pereira (In Memoriam) e Asha Ram, pelos trabalhos de pesquisa desenvolvidos na Ceplac sobre a monilíase. Atividades que foram desempenhadas com brilhantismo e lembradas com emoção na narrativa do chefe do Centro de Pesquisas e Extensão, Raul René Valle, e das pesquisadoras Karina Gramacho e Edna Dora Luz.

Lançamento do protocolo de biossegurança e cartilha
A Ceplac e Adab elaboraram e promoveram durante o Fórum o lançamento do Protocolo de Biossegurança Doméstica e uma Cartilha sobre a Monilíase do Cacaueiro, praga quarentenária que ameaça a cacauicultura brasileira. O material foi distribuído aos participantes e já se encontra disponibilizado neste link.
Fonte: Ceplac

Curtiu esse post? Compartilhe com os amigos!

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *